sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

SEDENTO COLIBRI






Ao contemplá-la
sorridente e enamorada
a desfilar em meio a jardins
de flores artificiais


flagrei pressuroso colibri
pairando sobre seus lábios
sedento do néctar melífluo e vital

nas flores da sua alma.


by  DAVI CARTES ALVES

Um comentário:

lorrayne t. disse...

sempre tao lindo e simples aqui.