quarta-feira, 16 de março de 2011

Sem o teu amor







Sem o teu amor
a idade tornou-se
pesada
incolor

sem o teu amor
a vida tornou-se
 um marasmo
torpor

sem o teu amor
diluiram-se as asas
dos sonhos
dissabor

sem o teu amor
colibri
também perdeu
cor

o sal
o sabor
a fé o fervor
meus lábios
teu frescor

sem o teu amor
sem o teu desejo
em clamor
sem a tua flor
sem o teu ardor

sem o teu amor
revestiu-se de
dentes afiados,

a dor

sem o seu amor
meu sol perdeu 

teu calor



                   
                 
                                                              
                                 


DAVI CARTES ALVES











Um comentário:

Um poucode mim disse...

Que poesia LINDA!!!!
Bom fds pra vc!!